BR-116: UMA BANDEIRA DO PROGRAMA

169
Programa Especial – dentre tantos – sobre aduplicação do trecho Guaíba Pelotas da BR-116 com a participação do Engenheiro Vladimir Casa do DNIT, um dos coordenadores da obra.

A cada semana, a cada programa Treze Horas que começa, dia após dia, lá está a pauta que é uma bandeira de todos os integrantes da mesa de debates: a duplicação do trecho Guaíba / Pelotas da BR-116. O Treze já se deslocou à Brasília, pelo menos umas cinco vezes desde 2014, quando encampou de vez a pauta, para fazer cobranças das autoridades sobre a continuidade e o desfecho da obra. Até mesmo um Treze Horas especial foi gerado do gabinete do então Ministro dos Transportes, Maurício Quintela, na capital federal.

Em 2020 ela continuará sendo a principal bandeira do ‘Treze Horas’, da R.U. A Br-116 trecho sul, que causou mais mortes na semana passada na altura de Guaíba, continua sendo motivos de união entre autoridades, órgãos de comunicação e entidades. O deputado Afonso Hamm, que coordena a frente parlamentar da duplicação e abastece o programa sistematicamente com informações, confirmou – na semana passada – que estão garantidos R$ 123 milhões para as obras, no orçamento da União de 2020. Desse valor, R$ 20 milhões foram conquistados junto à Comissão de Viação e Transportes (CVT). Hamm ainda ressalta que indicou R$ 1 milhão através da bancada gaúcha. No total, os parlamentares do Rio Grande do Sul contemplaram a estrada com R$ 10 milhões em emendas para o próximo ano. Para a adequação do contorno de Pelotas, na BR-392, o governo federal alocou R$ 26 milhões. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciou que em 2020 devem ser liberados mais 90 km de pista duplicada. A previsão de conclusão das obras é para 2021. Seguiremos na pauta!

***

“A duplicação da BR-116 deve ter mais 11 km liberados em trecho situado entre Cristal e São Lourenço do Sul. De acordo com o Dnit, são seis quilômetros em Cristal e cinco em São Lourenço do Sul. Ainda este ano foram liberados os primeiros 47, de um total de 221 quilômetros. Há a possibilidade de que seja concluído ainda oito quilômetros em Turuçu no início do ano que vem. Trechos que chegaram a ter conclusão anunciada para o final deste ano devem ficar para o primeiro trimestre de 2020. A expectativa para este período é a liberação de outros 17 quilômetros. Serão cinco em Barra do Ribeiro e dois segmentos em Camaquã, com nove e três quilômetros. A duplicação deve estar concluída até o final de 2021.”

Duplicação do trecho Guaíba / Pelotas – Uma bandeira do Treze Horas!

E assim tem sido todos os dias em todos os programas. Manifestações e cobranças sobre a obra mais importante do Rio Grande do Sul e que poucas autoridades do país tem proporcionado uma atenção merecida.