ARTIGO – SHURASTEY

52
SHURASTEY
.
Ivon Carrico*
.
“Se eu pudesse novamente viver a minha vida, (…) Correria mais riscos, viajaria mais, contemplaria mais entardeceres, subiria mais montanhas, nadaria mais rios. Iria a mais lugares onde nunca fui, (…)
.
Com esses excertos do Poema ‘Instantes’, da americana Nadine Stair, atribuído erroneamente ao Poeta argentino Jorge Luís Borges, espero o devido entendimento para as conexões dos fatos a seguir relatados.
.
A semana passada fomos surpreendidos com a notícia da morte do Jesse
Koz, conhecido Influencer e, do seu cão ‘Shurastey’, da raça Golden Retriever, em um acidente de carro nas proximidades de Selma, no Oregon/USA. Ambos, em um Fusca 1978, cumpriam extensa jornada até esse fatídico acidente.
.
O Paranaense Jesse Kozechen, 29, residia em Balneário Camboriú, onde era Gerente de uma loja em um Shopping Center daquela cidade. E, em 2017, provavelmente – como disposto no famoso poema acima – resolveu largar tudo para se aventurar pelas Américas. Sem lenço e sem documento!
.
A epopeia do Jesse Koz  lembra, um pouco, um filme de 1969, intitulado ‘Easy Rider’ (Sem Destino), estrelado por Peter Fonda em que dois motociclistas viajavam através do sul e sudoeste do Estados Unidos, com o objetivo de alcançar a liberdade pessoal.
.
Foi um marco da filmografia e da Contracultura, movimento dos anos 1960 que culminou com a quebra de muitos paradigmas que norteavam a sociedade da época.
.
Por sua vez, já em 2009, cinéfilos e cinófilos no mundo inteiro se comoveram com o filme ‘Sempre ao seu lado’, protagonizado pelo ator Richard Gere, acerca da história verdadeira de ‘Hachiko’, um cão da raça Akita que, após a morte de seu dono, foi durante nove anos esperá-lo na estação Shibuya, em Tóquio, no Japão, onde ele pegava o trem todos os dias para ir trabalhar.
.
A impressionante coragem do Jesse Koz para experimentar a plena liberdade, quebrando tabus e paradigmas, como em ‘Easy Rider’ e, a inusitada relação de lealdade dele para com o Shurastey e, do Hachiko para com o seu tutor, por sua vez, surpreenderam milhões de pessoas.
.
Daí que a linda e comovente  história do Jesse Koz e do seu cão Shurastey, apesar do triste final, merece – mais do que nunca, também – ser contada. Em livro e filme para que as atuais e novas gerações entendam melhor essa magnífica profissão de fé e de amor.
.
*Ivon Carrico é pelotense, mora em Brasília, atuando na administração há quase 50 anos. Atuou na ANVISA e na Presidência da República. Brasília: 05/06/2022