PSOL CONFIRMA EM CONVENÇÃO A CANDIDATURA DE PEDRO RUAS AO GOVERNO DO ESTADO

34
A convenção eleitoral da federação formada por PSOL e Rede no Rio Grande do Sul ocorreu no domingo, dia 24, e oficializou os nomes do vereador de Porto Alegre Pedro Ruas para o governo do estado, junto com a professora Neiva Lazzarotto como vice. O encontro ainda homologou a candidatura de Roberto Robaina, vereador da Capital, ao Senado, e uma nominata de 32 candidaturas do PSOL à Assembleia Legislativa, puxada pela deputada estadual Luciana Genro, e 30 nomes do partido à Câmara dos Deputados, liderados pela deputada federal Fernanda Melchionna. A convenção reuniu mais de 500 pessoas no Centro de Eventos Barros Cassal e também confirmou duas candidaturas a deputado federal da Rede e quatro a estadual. Foto: PSOL-RS

Em uma convenção marcada pelo tom contra o governo federal, combate à fome e em defesa do socialismo, o PSol confirmou a candidatura do vereador Pedro Ruas ao Palácio Piratini, na tarde deste domingo. Com gripe, Ruas participou virtualmente da plenária ocorrida no Centro de Eventos Barros Cassal, no Centro Histórico de Porto Alegre.

O candidato foi enfático à participação do partido no cenário estadual com candidatura própria. “Não somos de compor governos somos de fazer lutas”. Durante o seu discurso, ele descartou apoio ao PSB. “Eles estiveram no governo (Eduardo) Leite e no governo (José Ivo) Sartori”, justificou. Por fim, ressaltou que o seu anúncio ao governo do Estado não é apenas demarcação. “Estamos entrando para vencer”.

“O nome Pedro Ruas transcende PSol, pois tem história de luta. Apoio da Rede e da Unidade Popular é importante”, enfatizou a presidente do PSol no Rio Grande do Sul e deputada estadual, que tenta reeleição, Luciana Genro.

Durante sua fala, o vereador Roberto Robaina, que também é presidente da sigla em Porto Alegre, ressaltou que um dos objetivos do partido é avançar mais politicamente no interior do Estado. “Nós estamos entrando cada vez mais no Interior”.

Com representantes de várias cidades do Estado, o PSol também quer aumentar sua representatividade no legislativo. Para isso a sigla aposta em nome como dos vereadores Matheus Gomes e Karen Santos, vereadora mais votada em Porto Alegre em 2020.

Pedro Ruas será o candidato do PSOL ao Governo do RS.

No encontro foram homologadas as candidaturas de Robaina, ao Senado, e uma nominata de 32 candidatos do PSol à Assembleia Legislativa, e 30 nomes do partido à Câmara dos Deputados. Fernanda Melchionna, mulher mais votada em 2018 da bancada gaúcha em Brasília, tenta renovar sua cadeira na Câmara dos Deputados. Ela destacou a importância dos candidatos no trabalho de crescimento do partido. “Aqui no Rio Grande do Sul nós precisamos de mais, temos trabalhadores, professores e jovens como candidatos. São fundamentais para levar nossa voz a diante.”

Dos nomes lançados à Assembleia Legistaltiva, 10 são mulheres, sendo cinco negras. Entre os homens, são nove negros. Já para a Câmara Federal disputam 13 mulheres, das quais três são negras, e três homens negros entre os 13 candidatos. O PSol ainda confirmou a candidatura de duas mulheres trans no pleito, uma a estadual e uma a federal.