PROJETO ECOPARQUE TURÍSTICO DOS MOLHES DA BARRA ESTÁ DEFINIDO

23
Área contará com espaço para gastronomia, praça, deque, estacionamento, atracadouro e está orçado em R$ 690 mil Reais.

O projeto de construção do Ecoparque dos Molhes da Barra receberá incentivo do Governo do Estado. A proposta foi uma das cinco contempladas na segunda etapa do projeto “Iconicidades do Governo do RS”. Através do programa o governo estadual destinará R$ 690,7 mil para a contratação de uma empresa responsável pelo projeto executivo do Ecoparque planejado para a área do entorno dos Molhes da Barra. O resultado do escritório vencedor foi divulgado ontem, segunda-feira, 26.07 e contempla o Escritório 41 de Curitiba-PR. É o mesmo escritório responsável pela reforma da nova sede da Estação Comandante Ferraz, na Antártica, reinaugurada em 2020.

O prefeito Fábio Branco comemorou a inclusão dos Molhes da Barra no projeto Iconicidades, o que dará um incremento turístico e econômico para a Praia do Cassino.

O PROJETO

Principal responsável pelo pré-projeto e defesa da ideia, o secretário de Meio Ambiente, Pedro Fruet explica que a ideia é transformar a área localizada nos arredores dos Molhes em um parque ecologicamente sustentável dotado de uma infraestrutura de recepção aos turistas capaz de possibilitar a integração total com a natureza, ao mesmo tempo que oferece conforto e segurança aos visitantes. “Tudo será pensado a partir do conceito de arquitetura sustentável, de um projeto sustentável, apto a exploração turística adequada naquele ambiente, que sabemos é muito sensível”, afirma.

A proposta prevê um complexo equipado com banheiros, área de gastronomia, passarelas de observação, espaços para educação ambiental e minimuseu. A proposta prevê, ainda, a integração com a prainha da Barra, que deverá ter sua orla revitalizada e receber um píer para atracação de embarcações de turismo náutico.