ELEIÇÕES 2020: PROGRESSISTAS DECIDEM FUTURO DO PARTIDO EM PELOTAS – Podcast

229
O PP – Progressistas de Pelotas decide nesta quarta-feira, em segunda instância partidária, entre candidatura própria à prefeitura, representada pelo ex-deputado e prefeito Fetter Júnior, ou aceitar ser eventual candidato a vice-prefeito com o vereador Roger Ney. Foto: ClicRBS

O PP – Progressistas de Pelotas decide nesta quarta-feira, em segunda instância partidária, entre candidatura própria à prefeitura, representada pelo ex-deputado e prefeito Fetter Júnior, ou aceitar ser eventual candidato a vice-prefeito com o vereador Roger Ney na chapa liderada pela prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas(PSDB) à reeleição. Este é o dilema a ser enfrentado pela Comissão Executiva Estadual do partido Progressistas, a partir de recurso baseado em supostas ilegalidades na convenção realizada dia 1º de setembro, na qual Ney obteve 27 votos e Fetter 21.

Há acusações de irregularidades cometidas por Roger Ney, presidente do Diretório Municipal partido, durante a condução das normas estatutárias que regem as convenções do PP. Roger Ney contesta e nega as irregularidades apresentando defesa junto ao mesmo colegiado na capital, garantindo que apresentará provas durante o rito de julgamento do processo, marcado para esta quarta-feira, das 18h às 20 horas, em Porto Alegre, por meio de videoconferência restrita aos membros da Comissão Executiva e representantes das partes em litígio.

Fetter foi vereador em Pelotas entre 1983 e 1988. Em 1990 foi eleito deputado federal, reelegendo-se em 1994 e 1998. Exerceu o cargo de Secretário Estadual de Desenvolvimento Econômico em 1995. Foi vice-prefeito de Pelotas (2004), assumiu a prefeitura em 2006 e reelegeu-se prefeito em 2008. Roger Ney é vereador, presidente do Diretório do Progressistas e foi presidente da  Empresa da Pedreira Municipal de Pelotas, transferida à prefeitura de Capão do  Leão em janeiro deste ano.

Podcast – Advogado Pedro Piegas – PP no Treze desta quarta-feira, 09.09: