PREFEITA REITERA SITUAÇÃO DE ALERTA – MEDIÇÕES ATUALIZADAS ÀS 20H

1988
A prefeita Paula Mascarenhas, ao lado do vice Idemar Barz, durante a reunião de alinhamento realizada na manhã desta segunda-feira (20) na Sala de Situação no 9º Batalhão de Infantaria Motorizada, no bairro Fragata. Foto: Gustavo Vara

TRÂNSITO ATUALIZADO

Avenida Ferreira Viana, sentido centro-bairro: pista fechada da Estrada do Engenho à rotatória da rua das Traíras (Comendador Rafael Dias Mazza). Água na pista. Há sinalização e agentes de trânsito no local

Medições: atualização

Canal São Gonçalo

15h: 2,87 metros

16h: 2,87 metros

17h: 2,87 metros

18h: 2,87 metros

19h: 2,86 metros

20h: 2,86 metros

Lagoa dos Patos

15h: 2,57 metros

16h: 2,59 metros

17h: 2,59 metros

18h: 2,59 metros

19h: 2,57 metros

20h: 2,56 metros

Fonte: Laboratório HidroSens/UFPel

 

Live prefeita Paula Mascarenhas (21) Resumo

Cenário Atual:
Níveis estabilizados em alta no canal São Gonçalo e na Lagoa dos Patos com pequenas oscilações.

Previsão
Chuva e Vento: A partir desta quarta (22) e até o fim da semana, previsão de volumes significativos não só em Pelotas, mas também na região da Lagoa Mirim. A previsão é de 100 milímetros de chuva.

Níveis de Água: Com a água vindo da Lagoa dos Patos, empurrada pelo vento Nordeste, e as chuvas, os níveis devem aumentar novamente. Pessoas em áreas de risco devem continuar em alerta. Não se recomenda ainda o retorno às suas casas.

Esforços de Resgate e Segurança

Equipes nas Ruas: As equipes de resgate e segurança continuam nas ruas, em alerta total, monitorando a situação e informando a população.

Intervenção no Laranjal
Recuperação do Barramento: Prefeitura está atenta à situação no Laranjal. Assim que forem possíveis condições de intervenção, equipes vão trabalhar no fortalecimento do dique e na remoção da água com bombas. Nesta terça-feira será feito um sobrevoo com drone para avaliar a situação.

Apoio às famílias atingidas
Recursos estaduais e federais: Prefeitura está cadastrando as pessoas afetadas para que possam acessar os recursos do governo do estado e do governo federal. Em breve, serão disponibilizados cards informativos com detalhes sobre como proceder.

Visita à Z3: Ontem, prefeita, vice e secretários estiveram na Z3 para acompanhar de perto os danos causados pelas águas. Prefeita assegura apoio na reconstrução das áreas afetadas e busca de alternativas para apoiar os empreendedores.

Iniciativas para a População
FGTS: O FGTS já pode ser acessado por quem tem direito, por meio da Caixa Econômica Federal.

Tributos e Isenções
Debates em Curso: Na Câmara, vereadores debatem a isenção de tributos para os atingidos. O foco atual da gestão é a proteção das pessoas, sem descuido a todas as necessidades e trabalhando em cada frente.

Previsão para os próximos dias é de chegada de grandes volumes de água na Lagoa e elevação do canal São Gonçalo, além de chuva e mudança da direção dos ventos

Na reunião desta segunda-feira (20), na Sala de Situação no 9º Batalhão de Infantaria Motorizado (9º BIMtz), no bairro Fragata, a prefeita Paula Mascarenhas e integrantes das forças de segurança que atuam na cidade reforçaram o pedido de atenção às comunidades próximas ao canal São Gonçalo e à Lagoa dos Patos. Os modelos meteorológicos apresentados pelos especialistas da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) apontam a possibilidade de chuva e condições de ventos que podem favorecer a elevação dos níveis das águas na região até a quarta-feira (22).

De acordo com o monitoramento nos mananciais, houve redução nos níveis nas últimas horas, o que projeta melhor condição para receber o novo pico do volume de águas previsto para os próximos dias. Conforme a chefe do Executivo, diante dos prognósticos meteorológicos que apontam os maiores acumulados de chuva, em torno de 50 milímetros a partir de terça-feira (21), e dos ventos que, nas próximas horas, mudam para Nordeste, empurrando a água em direção à margem, os volumes vão chegar na região e é preciso reforçar o alerta.

“A notícia boa é que, com esse recuo das últimas horas, a gente vai partir de um patamar um pouco mais baixo para enfrentar essa semana, que deverá ser um pouco mais crítica, inclusive com previsão de chuva relativamente volumosa. Por isso, o alerta segue, com todo mundo de prontidão, o mapa continua o mesmo, com áreas de extremo risco de alagamentos, e reiteramos o pedido para quem ainda esteja nesses locais que saia em segurança e quem já saiu que aguarde mais uns dias”, frisou Paula.

Novo reforço nas equipes de atuação

Nesta segunda-feira, se somaram mais duas equipes aos efetivos que atuam em Pelotas. São o grupamento com 20 bombeiros militares de diferentes companhias do Estado do Paraná, com seis viaturas e quatro embarcações para o apoio em resgates, coordenado pelo capitão Melchior, e uma equipe da Defesa Civil Nacional. São quatro agentes do Grupo de Apoio a Desastres (Gade), da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, ligados ao Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional. Os profissionais ficarão até o dia 4 de junho para monitorar e acompanhar a situação, além das demandas emergenciais de reconstrução e respostas para a cidade e para outros municípios da região, no que se refere ao restabelecimento dos serviços essenciais e intermediação aos demais setores federais para acesso a recursos.