GOVERNO DO RS DISCUTIRÁ COM A ANEEL PROJETO DA TÉRMICA DE RIO GRANDE

77
Agência cassou outorga da usina e negou transferência do empreendimento da Bolognesi para o grupo Cobra ANEEL/DIVULGAÇÃO/JC
Uma missão do governo do Rio Grande do Sul estará na próxima segunda-feira (9) na sede da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em Brasília, para debater o projeto bilionário de implantação de uma termelétrica a gás natural liquefeito (GNL) no município de Rio Grande.
.
Apesar da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) ter decidido negar o requerimento administrativo que buscava viabilizar a transferência do projeto da termelétrica de Rio Grande da gaúcha Bolognesi para a espanhola Cobra, o grupo europeu não desistiu de convencer o órgão regulador que a proposta atende às exigências legais e técnicas para ser analisada. A companhia tentará novamente ir adiante com o pedido, dentro da Aneel, que permitiria a construção de uma usina, de um píer para receber gás natural liquefeito (GNL) e de uma unidade de regaseificação, cujo investimento somado é estimado em aproximadamente R$ 6 bilhões.
.
O encontro se tornou possível a partir de uma movimentação do governador do RS, Ranolfo Vieira Júnior, do secretário-chefe da Casa Civil, Artur Lemos, do prefeito de Rio Grande, Fábio Branco e do superintendente da Portos-RS, Fernando Estima, mais autoridades do RS e empresários, junto com lideranças de entidades de classe. A reunião acontecerá na próxima segunda-feira, 09.05, na sede da ANEEL, em Brasília.
.
.