CORONAVÍRUS: AÇÕES PRETENDEM PREVENIR EXPANSÃO DO COVID-19 NA CIDADE

266
Prefeita Paula Mascarenhas concedeu entrevista coletiva e falou sobre a estratégia elaborada pela cidade para o combate a epidemia de Coronavírus.

A Prefeitura divulgou as ações e procedimentos de prevenção ao novo coronavírus, que serão adotados pelo Município. As medidas (leia mais abaixo) fazem parte de Decreto e foram anunciadas pela prefeita Paula Mascarenhas, que ainda tornou pública a criação de um Comitê de Crise, com integrantes da sociedade civil organizada, e de uma Comissão Técnica, composta por profissionais da área de saúde.

Casos suspeitos

Para preservar a identidade e a privacidade dos pacientes suspeitos de contrair o novo coronavírus, a Prefeitura deixará de publicar, temporariamente, as informações sobre esses casos. Destaca-se, no entanto, que o quadro de saúde de todos é considerado leve e estável, e eles estão em isolamento domiciliar.

Medidas da Prefeitura

Educação

  • Suspensão por 30 dias das aulas na rede municipal de ensino a partir de sexta-feira, dia 20/3
  • Escolas manterão plantão com diretores e pessoal da limpeza

Assistência Social

  • Serviço de convivência de idosos ficará suspenso
  • Atendimento a crianças será mantido
  • Restaurante Popular segue aberto com fluxo controlado de atendimento

Transporte

  • Circulação do transporte coletivo urbano e rural permanece normal
  • As empresas estão executando a limpeza sistemática dos ônibus

Cultura

  • Suspensão de todos os eventos da Secretaria de Cultura pelo prazo de 30 dias
  • Fechamento do Museu da Baronesa

Servidores Públicos

  • Nomeação de 80 novos profissionais da saúde
  • Servidores com idade igual/superior a 60 anos ficam dispensados da prestação dos serviços presenciais, podendo, facultada a decisão do gestor e conforme disponibilidade técnica, desempenhar suas funções em domicílio, sob regime de teletrabalho. A exceção ficará por conta dos profissionais da saúde, da segurança e de atividades essenciais
  • Gestantes, portadores de doenças respiratórias ou imunodeprimidos que, por recomendação médica, devam ficar afastados do trabalho, deverão desempenhar suas funções em domicílio, sob regime de teletrabalho, pelo prazo de 30 dias, a contar do dia 23 de março
  • Suspensão das férias de profissionais da saúde e segurança
  • Viagens interestaduais e internacionais de servidores municipais estão suspensas
  • Servidores que regressaram de locais em que há transmissão comunitária do vírus devem estar atentos:

A) Quem apresentar sintomas de contaminação deve ser afastado do trabalho, sem prejuízo de sua remuneração, pelo período de 14 dias ou conforme prescrição médica

B) Quem NÃO apresentou sintomas deverá desempenhar suas funções em domicílio, sob o regime de teletrabalho, por 14 dias, a contar do retorno

Outras Ações

  • Capacitação permanente dos profissionais da área da saúde
  • Capacitação a distância (EAD) voltada às outras profissões e atividades
  • Criação da Central Telefônica de Atendimento ao Cidadão
  • Portaria de instalação do Comitê Municipal de Crise
  • Portaria que institui a Comissão Técnica da Secretaria Municipal de Saúde
  • Boletim diário de informação sobre casos

Recomendações

  • Suspensão de eventos com aglomeração de pessoas, sendo eles esportivos, políticos, artísticos, culturais, religiosos, comerciais, entre outros, com público igual ou acima a 100 pessoas em espaço aberto e 50 pessoas em espaço fechado
  • Atividades em casas noturnas, festas, bailes e assemelhados, que envolvam a população de risco, devem ser cancelados
  • Instituições de atendimento a idosos deve limitar visitas e adotar protocolos de higiene
  • Locais de grande circulação de pessoas, como shoppings, supermercados e comércio em geral, deverão reforçar as medidas de higiene e disponibilizar álcool gel 70%

Secretários e vereadores conhecem ações

Durante toda a terça-feira (17), a prefeita Paula Mascarenhas promoveu reunião com os secretários municipais e com alguns vereadores do Município. A ambos os grupos, ela explicou as ações a serem implementadas em Pelotas, a partir do Decreto, e pediu o apoio de todos para o enfrentamento do coronavírus.

“É hora de nos unirmos e trabalhar em prol da comunidade, sem deixar que aspectos políticos ou divergências de qualquer tipo influenciem nas abordagens”, disse a prefeita.

Participaram os vereadores Cristina Oliveira (PDT), Daiane Dias (PSB), Éder Blank (PTB), Enéias Clarindo (PSDB), Fabrício Tavares (PP), Marcos Ferreira (sem partido), Marcus Cunha (PDT), José Sizenando (DEM), Zilda Bürkle (PSB) e Vicente Amaral (PSDB).

Saiba mais

Se você apresentar um ou mais dos sintomas associados à enfermidade (veja abaixo) e tiver viajado, nos últimos 14 dias, para países com epidemia confirmada ou para Estados e cidades brasileiras onde já ocorre a transmissão local ou a comunitária – Bahia (local); Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP) (comunitária) –, procure uma Unidade Básica de Saúde (UBS) do município ou a Unidade de Pronto Atendimento (UPAAreal.

Evite ir ao Pronto Socorro de Pelotas (PSP), no qual serão atendidos apenas pacientes em condições de URGÊNCIA e EMERGÊNCIA.

Transmissão local x comunitária

Na transmissão local, a fonte da infecção – pessoa que disseminou – é conhecida. Já a contaminação comunitária ocorre quando há um aumento de quadros e as autoridades de saúde não conseguem mapear a origem do vírus (pessoas que transmitiram).

Sintomas de coronavírus

Mais comuns

  • Tosse seca ou com secreção.
  • Febre acima de 37ºC.

Mais graves

  • Dificuldade respiratória aguda.
  • Insuficiência renal.

Outros indícios

  • Dores no corpo.
  • Congestionamento nasal.
  • Inflamação na garganta.
  • Diarreia.

Formas de transmissão

  • Pelo ar, através da saliva, catarro e gotículas expelidas pela boca (espirro, tosse e fala).
  • Pelo contato, por meio do beijo, aperto de mão e abraço.
  • Por superfícies não higienizadas, como celulares, maçanetas, corrimão, botões, teclas e apoio de transportes públicos.

Prevenção*

– Lavar as mãos

  • A lavagem frequente das mãos é a principal recomendação para se prevenir
  • Higienizar as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos a cada vez
  • Esfregar os espaços entre os dedos, o dorso da mão e cavidades (dobras dos dedos e unhas), onde as bactérias podem se alojar
  • Usar sabonete (apenas água é insuficiente para a higienização). Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool

– Contato

  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Se tiver de tossir ou espirrar, cubra o rosto com o braço dobrado. A conduta evita que as secreções do corpo entrem em contato com superfícies ou com outras pessoas.
  • Usar lenços descartáveis.
  • Evitar tocar olhos, boca e nariz.

– Cuidados em ambientes com aglomeração de pessoas

  • Preferencialmente, mantenha-se a pelo menos 1 metro de distância de pessoas que estiverem tossindo ou espirrando.
  • As mesmas recomendações valem para qualquer local fechado, como o ambiente de trabalho.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Informar-se acerca dos métodos de prevenção e passar adiante as informações corretas.

– Álcool gel e máscaras

  • O uso de álcool gel é uma medida eficaz para higienização das mãos, segundo o Ministério da Saúde. No entanto, é preciso considerá-la uma segunda opção: somente para ocasiões em que não é possível lavar as mãos com água e sabão.
  • As máscaras devem ser utilizadas apenas por aqueles que já apresentam sintomas de gripe e se enquadrem nos critérios estabelecidos em relação ao coronavírus.