CHEIAS: ATUALIZAÇÃO DA SITUAÇÃO DE PELOTAS NESTA SEXTA-FEIRA, 17.05 – ÀS 18H30MIN

1033
Avenida Ferreira Viana. Foto Michel Corvello

MEDIÇÃO

Canal São Gonçalo
10h – 2,94 metros
11h – 2,94 metros
12h – 2,94 metros
13h – 2,95 metros

16h – 2,94 metros

18h – 2,96 metros

Lagoa dos Patos
10h – 2,67 metros
11h – 2,68 metros
12h – 2,70 metros
13h – 2,70 metros

16h – 2,72 metros

18h – 2,71 metros

14h30min – 2,94 metros

Live da prefeita Paula Mascarenhas (17.05) Resumo

Cenário Atual
Na quinta-feira (16) tivemos o pico das águas do Canal São Gonçalo a 3,03 metros. Ao longo da noite, as águas baixaram lentamente. Apesar da melhora, a situação pode mudar a qualquer momento. Por isso, recomenda-se que os cidadãos permaneçam em alerta.

Áreas de Risco
O mapa das áreas de risco segue válido.
Áreas vermelhas: devem ser evacuadas.
Áreas laranja: permanecer em alerta.

Bomba Irregular
Um vídeo nas redes sociais mostrou uma bomba instalada irregularmente em um condomínio particular, canalizando água para fora do local. Não houve autorização do Sanep para a instalação desse equipamento e, por isso, o Ministério Público foi acionado para tomar as medidas cabíveis. A Patram, junto ao SANEP e à Guarda Municipal, foi ao local para verificar a situação e notificar administrativamente e criminalmente os responsáveis.

Água no Quadrado
O Sanep realizará um procedimento de recuperação das fissuras na estrutura do Quadrado para evitar a vazão de água.

Galeria de Drenagem
Devido ao nível alto do canal, algumas galerias de drenagem estão funcionando de forma inversa, com a água voltando para as ruas. Diante disso, o Sanep fechou 26 galerias para melhorar a situação. No entanto, nem todas podem ser fechadas, visto que isso faria com que a água das ruas entrasse nas casas. Em áreas onde a lâmina d ‘água está crescendo, o Sanep está usando uma bomba móvel para levar a água para o canal São Gonçalo.

Aulas
Até amanhã, sábado (18), será divulgado nos canais oficiais da Prefeitura uma posição sobre o retorno das aulas.

Condições climáticas
A continuar como estão todas as variáveis (vento e maré) que influenciam o nível da Lagoa dos Patos e do canal São Gonçalo, a tendência é de redução gradual ao longo do dia. Equipe de meteorologistas, hidrólogos, engenheiros cartográficos e matemáticos da UFPel junto à Sala de Situação no 9º BIMtz, no entanto, não esperam uma baixa significativa. O monitoramento permanece ao longo do dia. Reitera-se que o volume d’água na lagoa e no canal é extremamente grande e qualquer variação dos ventos ou marés tem potencial para provocar alteração na tendência que se espera ao longo do dia.

Ventos de fraca intensidade na quinta-feira (16) ganharam força na madrugada desta sexta (17) em direção Oeste/Sudoeste, o que deve se manter ao longo do dia. Tendência de provocar oscilação dos níveis da Lagoa. Para sábado (18), ventos de direção predominantemente Oeste e Sul. Sem perspectiva de ventos contrários à costa do Laranjal.

Chuvas: sem previsão para esta sexta e sábado na região da Lagoa dos Patos.

Marés: tendência de se manter em baixa, o que facilita a corrente no Canal da Barra, no Rio Grande

Temperaturas: leve elevação das mínimas nesta sexta – acima de cinco graus. Bom sinal, já que elevação muito alta pode sinalizar retorno de chuvas na região.