BIBLIOTHECA PÚBLICA PELOTENSE 145 ANOS – Podcast

194

Nos idos de 1875, mais precisamente em 14 de novembro, uma assembleia que reúne 45 pessoas lança as bases de uma sociedade civil, sem fins lucrativos, cujo nome e modelo são preservados até os dias atuais: a Bibliotheca Pública Pelotense. Nesta sexta-feira o Treze Horas teve a satisfação de ouvir a presidente da Bibliotheca Pública Pelotense, Lizarb Crespo da Costa, na véspera dos seus 145 Anos que serão completados neste sábado, dia 14 de novembro.

Idealizada por Fernando Luís Osorio, filho do general Osorio, em princípios de 1871, a ideia é entusiasticamente patrocinada por Antônio Joaquim Dias, diretor do jornal Correio Mercantil, que, em 12 de novembro, publica em seu jornal um convite “dirigido aos obreiros do progresso público para reunirem-se em 14 do mesmo mês, nos salões da Sociedade Terpsychore, para a fundação da nova instituição cultural”. Ali funcionou a primeira aula pública de Pelotas e o Treze Horas teve a honra de contar em seus quadros de comentaristas com o jornalista Luís Fernando Lessa Freitas, uma das pessoas que mais sabia sobre a história da Bibliotheca Pública Pelotense. Confira a entrevista da presidente da BBP no Podcast Abaixo:

BIBLIOTHECA PÚBLICA PELOTENSE 145 ANOS – Podcast