ARTIGO – UM BRASIL MAIS PLURAL

72
UM BRASIL MAIS PLURAL
.
Ivon Carrico*
.
Dois eventos singulares marcam este ano: o bicentenário da nossa Independência, ocorrida em 1822, e o centenário da famosa Semana de Arte Moderna, esta realizada no Teatro Municipal de São Paulo-SP, entre os dias 13 e 17 de fevereiro de 1922.
.
Qual a conexão entre essas duas grandes efemérides? Com certeza a procura e a afirmação de uma identidade como Nação. Aquela,  nos trouxe a maioridade e a emancipação política; esta, a cultural.
.
Nas duas situações a ruptura com a matriz e os padrões europeus mostrou um Brasil plural, rico, diverso. E que é nessa diversidade que mantivemos e mantemos a nossa unidade. Não só política, mas – e, também, sobretudo, de propósitos. Sim, parece um contrassenso. Mas, não! Somos únicos na América Latina.
.
O brasileiro, já foi cantado, emoldurado por todos os nossos artistas, cantores, escritores, pintores… Como não aplaudir um povo portador de tão grande resiliência? Um povo que convive com a tragédia e a violência cotidianas, mas não desiste da luta. De sonhar. De ajudar.
.
Como não se comover com as recentes demonstrações de solidariedade do nosso povo diante das enchentes que atingiram algumas Regiões do País neste início de ano? Multidões saíram em socorro dos mais desvalidos. Muitos daqueles em situação tão ou mais precária do que estes.
.
Mas, o Brasil precisa ainda mostrar mais a sua brasilidade. O Brasil, como tenho insistido, vai muito além da Avenida Paulista e das areias de Copacabana.
.
Como citei acima, o Brasil tem sido descrito pelos nossos mais brilhantes intelectuais. Mas, assim como nos desvencilhamos da matriz europeia, precisamos também trazer o olhar de fora dessas elites urbanas. O Brasil não pode mais ficar circunscrito tão somente a esses olhares. O Brasil é maior. É plural!!! Que 2022 tenha o condão de ser um novo divisor de águas, não só na cultura, mas – e acima de tudo – na dignidade nacional.
.
*Ivon Carrico é pelotense, mora em Brasília, atuando na administração há quase 50 anos. Atuou na ANVISA e na Presidência da República. Brasília: 14/02/2022