ARTIGO CIENTÍFICO DESTACA ANÁLISE TÉCNICA CRÍTICA DA PROPOSTA DE CRIAÇÃO DO PARQUE NACIONAL DO ALBARDÃO

141
Imagem: ICMBio

Artigo Científico destaca Análise Técnica Crítica da Proposta de Criação do Parque Nacional do Albardão

Talles Lisboa Vitória*

Em uma pesquisa minuciosa conduzida pelo oceanólogo, pesquisador em Ciências do Mar da Universidade Federal do Rio Grande – FURG e diretor do Laboratório de Inteligência Artificial em Pesquisa Ambiental da SIAPESQ, Talles Lisboa, a proposta de criação do Parque Nacional do Albardão foi submetida a uma análise técnica, política e legal detalhada. Publicado na mais recente edição da revista científica de Ciências Sociais Aplicadas FT, o estudo expõe aspectos preocupantes da proposta, destacando incoerências e lacunas significativas que merecem atenção.

A análise revela desde viés tendenciosos na análise de dados até inconsistências em relação ao direito internacional, além de apontar para a falta de abrangência no diagnóstico de atividade pesqueira e a discrepância na distribuição das áreas de conservação. A subestimação da ocupação por pesca e a falta de inclusão de dados sobre a totalidade da região proposta para o parque levantam sérias preocupações sobre a base científica da proposta.

“A publicação deste artigo reforça a necessidade de integração multilateral da ciência, principalmente quando políticas públicas geram conflitos sociais e acabam por prejudicar a vida de comunidades onde, historicamente, a relação com o território é inerente para subsistência e manutenção etno-cultural”, afirma Talles Lisboa.

A proposta de criação do Parque Nacional do Albardão enfrenta desafios significativos que vão além das considerações ambientais, exigindo uma revisão cuidadosa e aprofundada para garantir sua eficácia e legitimidade. O estudo de Talles destaca a necessidade urgente de uma abordagem mais coesa e coordenada na gestão dos recursos marinhos compartilhados, em consonância com os compromissos internacionais e a necessidade de preservação dos ecossistemas marinhos para as futuras gerações.

Para acessar o artigo completo e compreender em detalhes as análises e conclusões apresentadas pelo pesquisador, acesse: https://revistaft.com.br/entre-dados-tendenciosos-conflitos-sociopoliticos-e-desafios-multilaterais-analise-tecnica-da-proposta-de-criacao-do-parque-nacional-do-albardao/

*Talles Lisboa Vitória, Oceanógrafo pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Consultor de ESG, Sustentabilidade, Oceanografia e Economia Azul. Fundador e Diretor Executivo da Startup SIAPESQ, empresa de monitoramento satelital para localização do pescado. Como Coordenador de Projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, Talles possui atuação direta em importantes setores como a Gestão Costeira Socioambiental, a Gestão e Otimização do Setor Hidrelétrico, e a Gestão Sustentável e Otimização das Pescarias no Brasil.