ARTIGO – AINDA É TEMPO DE APLICAR TODOS OS ESFORÇOS EM VACINAS

307

AINDA É TEMPO DE APLICAR TODOS OS ESFORÇOS EM VACINAS

Paulo Francisco Grigoletti Gastal*

Caminhar pelo calçadão de Pelotas, em período de bandeira preta, demonstra a fragilidade da capacidade de convencimento do nosso governo, e o pior, a fragilidade do povo. Como se estivéssemos de mãos amarradas, não temos pulso e estamos condicionados aos caprichos dos gestores e governantes.

É o povo o único derrotado na briga de vaidades entre o presidente Bolsonaro e os governadores. Aqui em Pelotas idosos de 80 anos ficam oito horas dentro de um veículo para finalmente receber a primeira dose da vacina. Mas o pior é para quem está na faixa etária abaixo dos 80, que não tem previsão de vacinação.

Paralelo a tudo isso empreendimentos fecham, empresários quebram, empregos desaparecem e a cidade simplesmente para!

Ora, se os fabricantes afirmam que a vacinas contra o Covid-19, possuem uma eficácia que varia entre 66% a 95%, é um sinal de que a imunização está cada vez mais próxima. Mas, deveria ser amplamente utilizada em todo o Brasil. Acontece que até agora, apenas 3% da população possuiu o privilégio da imunização.

Fazendo uma analogia aos tempos de guerra, sobretudo a II Guerra Muncial, onde houve uma mobilização de fundos, pessoas, recursos e material para a produção, com o fornecimento de equipamentos, tornando-se todas essas medidas em um componente fundamental para a vitória das forças aliadas. Guardadas as proporções e numa analogia como disse ali em cima, não seria hora do Brasil fazer algo semelhante?

É momento de surgir uma espécie de Lend-Lease, não converter as indústrias brasileiras de consumo em geral para industrias farmacêuticas, mas aplicar a maioria do dinheiro do pagador de imposto, que é muito, na vacina. Deixar de lado os ‘auxílios moradias’ dos políticos, os vinhos e picanhas do STF, as viagens de jatinho de lado! É hora de colocar as economias e todos os esforços do país numa só coisa: a vacina.

Frear a pandemia no Brasil deveria se tornar a bandeira do governo federal, juntamente com os governos estaduais e municipais! Está mais do que na hora de voltarmos a, pelo menos, uma tentativa de normalidade. É tarde, mas ainda é hora de aplicarmos tudo nas vacinas.

*Advogado e colaborador do Treze Horas