RS TERÁ OITO CANDIDATOS AO SENADO

394

Após o encerramento das convenções partidárias para as eleições 2022, o Rio Grande do Sul aponta oito candidatos ao Senado. Nas eleições deste ano, apenas uma vaga de senador está em jogo. A propaganda eleitoral das candidaturas ao Senado no rádio e na TV será exibida a partir do dia 26 de agosto, em programas em bloco e em inserções durante a programação. Veja quem são os candidatois:

.

Airto Ferronato.

Airto Ferronato (PSB)

Vereador em sexto mandato na Câmara Municipal de Porto Alegre, Airto João Ferronato tem 69 anos. Ele nasceu em Doutor Ricardo, na serra gaúcha. Auditor fiscal aposentado, Ferronato trabalhou na Secretaria Estadual da Fazenda e no Ministério da Fazenda. Presidiu a Câmara Municipal em 1995 e foi diretor do extinto Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) entre 2001 e 2004. Será candidato em chapa pura do PSB, que anunciou o nome do ex-vice-governador Vicente Bogo como candidato ao Palácio Piratini.

.

Ana Amélia Lemos.

Ana Amélia Lemos (PSD) 

Natural de Lagoa Vermelha, Ana Amélia Lemos tem 77 anos. Jornalista, atuou em diversas empresas de comunicação, como na Rádio Guaíba, no Jornal do Comércio e na RBS, onde permaneceu por 33 anos. Deixou a empresa em 2010, para concorrer ao Senado, elegendo-se com 29% dos votos. Concorreu ao governo do Estado, em 2014, e a vice-presidente em 2018, na chapa encabeçada por Geraldo Alckmin. Até março, era secretária de Relações Federativas e Internacionais. Ela está na chapa de Eduardo Leite (PSDB), que concorre à reeleição para o governo do Estado.

.

Nádia Gerhard.

Comandante Nádia (PP) 

Nascida em Porto Alegre, Nádia Gerhard tem 54 anos. Formada em Letras e com especialização em Psicologia Escolar, atuou como professora, mas aos 21 anos ingressou na Brigada Militar. Em 28 anos de atuação na BM, alcançou o posto de major. Em 2007, tornou-se a primeira mulher a chefiar um batalhão da BM no Estado, ao assumir o comando do 40º BPM, com sede em Estrela. Em 2016, elegeu-se vereadora na Capital, cargo para o qual foi reeleita em 2020, como a quarta mais votada da cidade. Apoia o candidato do PP a governador, Luis Carlos Heinze.

.

Fabiana Sanguiné.

Fabiana Sanguiné (PSTU) 

Fabiana Sanguiné é trabalhadora da saúde na prefeitura de Porto Alegre e teve passagens como dirigente do Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) e da Associação dos Servidores da Saúde (ASSMS). Líder de diversos movimentos grevistas e de mobilizações do funcionalismo público, ela defende a luta pelo socialismo e é contrária às privatizações. Fabiana integra a chapa do PSTU, que terá a ex-presidente do CPERS Rejane de Oliveira como candidata a governadora.

.

Hamilton Mourão.

Hamilton Mourão (Republicanos)

Nascido em Porto Alegre, Hamilton Mourão tem 68 anos. Militar de carreira, ingressou no Exército em 1972. Em 46 anos na corporação, comandou quartéis no Rio Grande do Sul e no Amazonas, além da 6ª Divisão do Exército, em Porto Alegre. Atuou ainda em missão de paz em Angola e como adido militar na Venezuela. Seu último posto de chefia foi o Comando Militar do Sul, passando depois pela Secretaria de Economia e Finanças do Exército. Em 2018, elegeu-se vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro. Apoia a candidatura de Onyx Lorenzoni (PL) ao Palácio Piratini.

.

Maristela Zanotto.

Maristela Zanotto (PSC)

Natural de Paraí, Maristela Zanotto, 59 anos, é empresária do ramo calçadista e atua como comerciante há 35 anos. Ela atua como palestrante e já presidiu a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Caçapava do Sul, onde reside atualmente. Maristela concorrerá a um cargo eletivo pela primeira vez. Apoia a candidatura de Roberto Argenta (PSC) ao governo gaúcho.

.

Olívio Dutra.

Olívio Dutra (PT)

Nascido em Bossoroca, Olívio de Oliveira Dutra tem 81 anos, é bancário aposentado e foi um dos fundadores do PT. Foi governador do Estado entre 1999 e 2002. Antes, também foi prefeito de Porto Alegre e deputado federal constituinte. Entre 2003 e 2005, chefiou o Ministério das Cidades, no primeiro governo Lula. Além da campanha vitoriosa de 1998, concorreu ao governo do Estado em 1994 e 2006. Sua última eleição havia sido em 2014, quando concorreu ao Senado e ficou em segundo lugar.

.

Ronaldo Teixeira.

Ronaldo Teixeira (Avante)

Nascido em São Leopoldo, Ronaldo Teixeira tem 58 anos. Professor e sociólogo, foi duas vezes vereador em São Leopoldo, chefe de gabinete do Ministério da Educação e secretário-executivo do Ministério da Justiça. Concorreu a prefeito e a deputado estadual. Teixeira concorre em aliança com o PDT.