RECONSTRUÇÃO DO RS FOI DEBATIDA EM SESSÃO ESPECIAL NO SENADO

80
Henrique Pires representoui o RS na sessão também teve como objetivo discutir alternativas visando preparar as cidades para novos eventos meteorológicos severos. Dentre elas, a recuperação de áreas degradadas (sobretudo em encostas e beiras de rios) e o mapeamento de zonas de risco. Foto: SECOM / RS

Representando o governador Eduardo Leite, o secretário-executivo do Escritório do Rio Grande do Sul em Brasília, Henrique Pires, participou, recentemente, como palestrante da Sessão Especial do Senado para debater a tragédia meteorológica no Estado. O objetivo foi discutir alternativas de reconstrução e recuperação econômica e estrutural, bem como garantir o bem-estar dos gaúchos após a catástrofe.

A sessão foi aberta pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e contou com a presença de representantes de oito ministérios do governo federal. Da tribuna, Pires fez um relato das ações que estão em curso no Estado, como a criação da Secretaria da Reconstrução Gaúcha, e agradeceu a rede de solidariedade nacional e internacional que se formou e tem sido fundamental para levar alento a quem vive no Rio Grande do Sul.

A sessão também teve como objetivo discutir alternativas visando preparar as cidades para novos eventos meteorológicos severos. Dentre elas, a recuperação de áreas degradadas (sobretudo em encostas e beiras de rios) e o mapeamento de zonas de risco.

Também participaram representantes do Tribunal de Contas da União (TCU), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), da Universidade de Brasília (UNB) e da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural, além de especialistas nas áreas de geologia, climatologia e sustentabilidade.

Texto: Fábio Paiva/Ascom EBSB
Edição: Secom