OUTRO DRAMA: A FALTA D´ÁGUA – podcast

330
Diretor Presidente do SANEP – Alexandre Garcia – ao lado da prefeita Paula Mascarenhas analisando a Barragem Santa Bárbara, principal manancial de fornecimento de água à Pelotas.

Em que pese todos os problemas relacionados ao Coronavírus – COVID-19, que a cidade enfrenta, seja as preocupações, atendimentos, monitoramento e o fechamento das atividades comerciais, Pelotas também luta contra a falta de água na cidade. Na segunda-feira última, dia 30, a Barragem Santa Bárbara chegou a 2 metros e 92 centímetros abaixo do nível ideal na marcação diária feita pelo Sanep. A estiagem na região sul, acompanhada do forte calor dos últimos dias, tem prejudicado o sistema de abastecimento na cidade, especialmente pelo alto consumo registrado no município.

No final de semana passado, foi necessário parar temporariamente o sistema de bombeamento na Barragem para recuperar os níveis dos reservatórios e tanques da Estação de Tratamento, que não estavam respondendo à demanda. Nesta segunda, o abastecimento já está ocorrendo normalmente nas regiões que haviam sido afetadas.

Por isso, o Sanep reforça a necessidade do uso consciente de água, ainda mais neste momento, evitando desperdícios e o emprego dela em situações que não sejam de extrema necessidade.

O diretor presidente do SANEP, tem se manifestado no Treze Horas e na programação da Rádio Universidade e sempre está lembrando que ainda está em validade, em Pelotas, o decreto de restrição da utilização da água, que proíbe a lavagem de carros, calçadas, regar plantas e molhar pátios.

O Sanep atua com equipe de plantão para fiscalizar casos com registro de esbanjamento de água. Nestes casos, o morador é notificado e, havendo reincidência, poderá ter seu abastecimento suspenso.

Ponto de captação tem que ser alterado conforme o consumo. Garcia atenta para que com a necessidade das pessoas ficarem em casa o consumo de água aumento significativamente.

Manutenções na Barragem causam desabastecimento ontem

Rompimento de adutora na zona industrial também afetou o sistema da distribuição de água

Moradores de regiões abastecidas pela Barragem Santa Bárbara enfrentaram problemas ontem, terça-feira (31), devido ao rompimento de uma adutora na zona industrial do município, que leva água até o bairro Fragata. Para efetuar o conserto e normalizar o sistema, foi necessário parar o bombeamento.

Ficaram sem o fornecimento os bairros Centro, Fragata, Três Vendas, Porto e parte do Areal (na região próxima à Baronesa). A previsão era que o sistema estaria normalizado no final do dia, o que aconteceu por voltas das 21h.

O Sanep informa que, durante esta parada, foi feita uma manutenção nos filtros da Estação de Tratamento e a limpeza do decantador da ETA, para aplicar um novo produto químico no tratamento da água. Por conta da estiagem, diminuiu a qualidade da água bruta que está sendo captada e, com o reforço deste novo produto, a autarquia vai melhorar a situação do abastecimento.