MORRE DESEMBARGADOR SILVINO JOAQUIM LOPES NETO – Podcast

49
Por ocasião de sua última visita à Cidade de Pelotas, esteve no ” Salão Amarelo” do Palácio do Comércio e participou de um debate durante uma hora e meia.

MORRE DESEMBARGADOR SILVINO JOAQUIM LOPES NETO

Ex-Diretor da Faculdade de Direito da UFPel e titular da SESU/MEC.

.
O professor aposentado da UFPel Silvino Joaquim Lopes Neto, 89 anos, ex-diretor da Faculdade de Direito de Pelotas, Desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, ex-Secretário Nacional de Ensino Superior, SESU-MEC, durante a gestão do ministro Carlos Alberto Gomes Chiarelli; faleceu na tarde desta terça-feira, 11 de janeiro de 2022, na cidade de Porto Alegre. Segundo informações repassadas a amigos pelo seu filho, advogado César Pereira Lima Lopes, o consagrado jurista pelotense será cremado na quarta-feira, 12, na capital do Estado.
Além de César Pereira Lima Lopes, é pai de Flávia Pereira Lima Lopes, formada em Farmácia e Bioquímica; e do médico Luiz Pereira Lima Lopes.

TRIBUNO E DESEMBARGADOR
.
O professor Silvino Joaquim Lopes Neto, 89, foi diretor da Faculdade de Direito e Diretor da Escola Superior de Educação Física, ESEF, além de Coordenador de Concursos Vestibulares na Universidade Federal de Pelotas. Tribuno consagrado, brilhou no tribunal de Justiça do Estado na condição de Desembargador. Atuou em Brasília, no Ministério da Educação, nos anos noventa, a convite do ministro da Educação Carlos Alberto Gomes Chiarelli, na condição de titular da SESU.
.
SÓSIA DE GETÚLIO VARGAS

Montagem feita pelo jornalista Luiz Carlos Vaz.

.
Por ocasião de sua última visita à Cidade de Pelotas, esteve no ” Salão Amarelo” do Palácio do Comércio e participou de um debate durante uma hora e meia. Provocado pelo jornalista Luiz Carlos Vaz, aceitou ser fotografado em pose especial, e divertiu-se bastante quando foi considerado sósia de Getúlio Dornelles Vargas por conta de alguns marcantes traços fisionômicos.
.


Silvino Joaquim Lopes Neto conviveu muito, em seu tempo de Pelotas, com José Rodrigues Gomes Neto, Myrian Bastos dos Santos, Carlos Alberto Gomes Chiarelli, Aldyr Garcia Schlee, Delfim Mendes Silveira, Mozart Víctor Russomano, Gilda Maciel Corrêa Meyer Russomano, Rubens Bellora, além de outros professores da Faculdade de Direito durante os períodos de professor e de diretor da Casa de ” Bruno de Mendonça Lima”. Era amigo pessoal de Pedro Luiz Barcellos Mechereffe, com quem estabeleceu fortes laços de convívio, tanto aqui quanto em Porto Alegre, onde o professor e golfista Pedrinho Mechereffe reside. (13 H).

DEPOIMENTOS DE CARLOS ALBERTO CHIARELLI E MIRIAM BASTOS DOS SANTOS SOBRE SILVINO JOAQUIM LOPES NETO:

MIRIAM BASTOS DOS SANTOS

Miriam Bastos dos Santos

 

 

 

 

 

CARLOS ALBERTO GOMES CHIARELLI

Carlos Alberto Chiarelli