ARTIGO – TYRONE, O ALFAIATE BAGEENSE QUE MARCA ÉPOCA EM PELOTAS

352
TYRONE, O ALFAIATE BAGEENSE QUE MARCA ÉPOCA EM PELOTAS
.
Por Clayton Rocha
.
80 anos de vida. Ele nasceu no Distrito de São Sebastião, em Bagé. E confirma: Bagé é, sim, o “Umbigo do Mundo”. Pois veio a esse “Mundo” em 22 de novembro de 1940. Começou a trabalhar aos 14 anos e tem 66 anos de convívio com tesouras, panos e costuras. Quando nasceu seu pai quis homenagear uma celebridade, de nome Tyrone Power, que visitava o Brasil, daí o nome, que foi registrado sem o y num cartório de Bagé.
.
Apaixonado pela Campanha do Treze Horas, ele cuida de dois cães, Tonico e Diana, e ouve rádio dia e noite. – “Ouço o Treze Horas desde 6 de novembro de 1978, todos os dias”. A partir do dia 16 de março de 2020, ele começou a ouvir o Treze Horas diferenciado, por telefonia celular. – “Desde aquele dia, ouvi sempre, lá na cozinha, lavando a louça para a patroa, com o radinho de pilha debruçado na janela do apartamento”. Eu tenho 3 rádios, diz Tyrone, “e gosto de ouvir o Paulo Gastal Neto depois do Treze Horas, durante a tarde da RU”. A Mãe de Tyrone nasceu no Uruguai e era apaixonada por rádio, diz ele. “Aprendi a gostar de rádio por influência da minha amada Mãe”, diz o consagrado alfaiate.
.
– “Um de meus grandes clientes e amigos é o Dr. Carlos Alberto Mascarenhas Schild, há mais de 40 anos. Já costurei para o ministro Mozart Víctor Russomano, Itamar Cavalheiro Leite, Adolfo Antônio Fetter Júnior, João Pedro Schild, Myriam Marroni e Dom Jayme Henrique Chemello, Bispo de Pelotas”.“Adoro futebol e sou torcedor do Grêmio Atlético Farroupilha. E sou amigo pessoal do alfaiate Silva, que fez 90 anos, e deve ser o alfaiate mais antigo de Pelotas ainda em atividade. Amanhã pretendo visitá-lo e vou providenciar o fone dele para vocês, pois sei que o Silva também será entrevistado”. Tyrone, um dos tradicionais alfaiates de Pelotas, é o convidado especial do Treze Horas da terça-feira, 22 de dezembro de 2020.