ARTIGO – TREZE HORAS 40 ANOS

121

TREZE 40 ANOS – Paula Grill *

Essa prazerosa tarefa de escrever sobre o programa Pelotas Treze Horas, no ano em que completa 40 anos ininterruptos no ar, é, ao mesmo tempo, tarefa das mais gratas e também das mais complexas. Grata pelo fato de seu idealizador ser um ser humano de qualidades inolvidáveis, radialista destacado e competente.

Complexa porque tentar expressar, em poucas linhas, minha expressão do programa é tarefa das mais árduas. O programa Pelotas Treze Horas fala por si só. Não é a toa que está há 40 anos no ar. Programa de primeira linha, dos mais antigos no Brasil, no qual “o debate é livre e a opinião independente”.

Nesses 40 anos, várias pessoas já fizeram parte da mesa de debates, alguns ainda continuam até os dias atuais, contribuindo, cada qual a sua maneira, para o engrandecimento do programa e dos debates. Nesse tempo, as portas sempre estiveram abertas para receber políticos, artistas, escritores, esportistas, entre tantos outros que são daqui ou que por aqui transitam por motivos pessoais ou profissionais.

Antes ouvinte, desde o início de 2016 passei a freqüentar a mesa do programa e cada participação sempre é extremamente aprazível, oportunidade de aprimorar conhecimento, de trocar idéias e opiniões. Participar do programa é como um vício (bom, com certeza), pois não se quer parar e já se sai querendo retornar. Ao longo dos anos, muitas bandeiras foram levantadas pelo Treze Horas, sendo uma das atuais a luta pela duplicação da BR 116.  Essa batalha pela duplicação expressa tudo que é realizado a cada dia, não só com a transmissão do programa, mas, principalmente, pela forma consciente de buscar e fazer sempre o melhor em benefício de todos.

Como diz o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, “gratidão é dívida que não prescreve” e a zona sul, especialmente Pelotas, tem uma dívida de gratidão com o programa Pelotas Treze Horas e com seu idealizador – Clayton Rocha – por tudo que fizeram nesses 40 anos em prol da sociedade. Que venham outros 40 anos!

Paula Grill Silva Pereira – Presidente da OAB/Subseção Pelotas