ARTIGO – ‘AQUARIUS’…LIXO E LOGO ALI CHORUME!

87

‘AQUARIUS’…LIXO E LOGO ALI CHORUME

Paulo Gastal Neto – Treze Horas – Artigo de 2016

Não há dúvida que o diretor de ‘Aquarius’, Kleber Mendonça Filho, acompanhado de sua claque – que conta com Sônia Braga, Humberto Carrão, Carla Ribas e tanto outros ‘sabujos’ defensores do governo mais corrupto da história desse país, produz cinema apenas com o intuito de extorquir o estado e encher seu bolso com o dinheiro do erário. Até aí nada de novo em se tratando de projeto que envolve o precário cinema brasileiro. Mas não será por isso que grande parte das pessoas inteligentes não assistirá ‘Aquarius’. É que o ‘cinema nacional’ é lixo puro mesmo. É sim especializado em ‘mamar’ nas hostes governamentais e incapaz de produzir algo que seduza a indústria do setor e seus tradicionais produtores mundo afora. Há décadas que não entro em uma sala para assistir filme brasileiro, pois é total perda de tempo.

Mas ‘Aquários’ é um caso ‘sui generis’: teve ‘mordida’ estatal do BNDES ao governo de Pernambuco e foi autorizada ainda uma verba apenas treze dias antes da degola da ‘presidenta’ Dilma. A produção do filme foi até 31 de dezembro de 2017 captando uma fortuna que acabou jogando os custos nas costas do cidadão brasileiro. Uma espécie de ‘bolsa família’ para incompetentes que se intitulam vanguardistas culturais.

Como o cinema é especialista em truques, foi através deles que seu diretor, aniquilado em uma entrevista à Rádio Gaúcha, tentou ludibriar a opinião pública do setor em Cannes. Quem não viu a ‘patacoada’ da claque de ‘Aquarius’ levantando cartazes em português, inglês e francês denunciando um suposto golpe no Brasil. Tudo orquestrado e obviamente com o intuito de instituir uma maneira de ‘pagar a conta’.

Quanto ao filme? Bem, não posso dizer nada e nem direi, pois nem perto passarei. Virará um bom ‘chorume’ logo ali.